Saúde 04.18

O descolamento de retina tem cura?

Emergência oftalmológica grave devido às chances de provocar danos irreversíveis para a visão, o descolamento de retina é causado por uma tração do vítreo, líquido gelatinoso que fica aderido à retina, mas que, com a idade, pode se condensar e se separar.

Quando o vítreo se separa da retina, iniciando o processo de descolamento, o paciente começa a ver alguns flashes de luz e, caso alguns pedaços da retina acabem flutuando sobre ele, ocorre o fenômeno chamado “moscas volantes”, no qual aparecem pequenas manchas pretas na visão quando em ambientes claros. O último e mais grave estágio do descolamento da ocorre quando o vítreo se infiltra no rasgo da retina, causando a perda total da visão.

Apesar de grave, o deslocamento de retina tem cura, mas é preciso buscar ajuda médica o quanto antes. O oftalmologista irá realizar exames que permitam que ele enxergue o fundo dos olhos e pensar no tratamento adequado. Em casos iniciais, quando há apenas um rasgo na retina, costuma ser feita uma aplicação de laser que irá fechar a lesão e evitar o descolamento.

Em casos nos quais o deslocamento da retina já aconteceu, geralmente são feitas intervenções cirúrgicas, indicadas pelo oftalmologista. Nessas situações pode ser que não haja uma recuperação completa da visão.

X