Astigmatismo: para saber mais

Para recebermos uma imagem perfeitamente nítida nos nossos olhos, é necessário que os raios luminosos que chegam até ele se foquem na retina. Na miopia os raios luminosos se focam antes da retina e na hipermetropia depois da retina, já o problema do astigmatismo é que não temos apenas um ponto focal! Teremos ao menos dois pontos focais se considerarmos o astigmatismo regular, que é a maioria dos casos.

No astigmatismo estes pontos focais podem estar: um na retina e outro antes ou depois da retina; podem ter os dois pontos antes ou os dois pontos depois da retina; e até mesmo um antes e outro depois da retina.

Outra variação possível do astigmatismo é que ele pode estar em eixos diferentes, desde o 0(=180) até 179. Temos que considerar também sua intensidade: na maioria dos casos é de menos de 1.5 Dioptrias (este é o nome dado ao poder de uma lente oftálmica) e seu impacto na visão é suave até este valor.

A primeira forma de correção, é o uso de óculos, que devido a configuração da lente, provoca certas alterações no formato da imagem que chega aos olhos. Sendo assim, na miopia vemos uma imagem menor que a real, na hipermetropia, uma imagem maior e, no astigmatismo, esta variação é diferente em cada eixo resultando em proporcional deformação da imagem recebida. Novamente aqui, em astigmatismos pequenos, este efeito é quase imperceptível, porém nos maiores, este efeito pode dificultar a adaptação da imagem quando processada no cérebro.

Uma boa alternativa ao uso de óculos são as lentes de contato, pois com estas, a deformação da imagem é mínima, já que as lentes estão muito próximas aos olhos. Muitos tipos de lentes de contato podem ser úteis para a correção do astigmatismo. As gelatinosas descartáveis tóricas corrigem, em geral, astigmatismos de 0.75 a 2.75.

Neste nível de astigmatismo, se combinado com miopia de até 8D, também é possível usar lentes de contato para ortoceratologia (lente da noite), excelente opção para quem pratica esportes, inclusive aquáticos, pois o paciente fica o dia todo sem lentes de contato.  Para quem tem astigmatismo maior, uma alternativa é o uso de lentes torneadas (fabricadas uma a uma, podendo ter escolha precisa do poder e curva da lente, mesmo em graus mais elevados).

Um outro tipo de lente de contato, muito usada na correção de astigmatismo regular ou irregular, são as lentes Rígidas Gás Permeáveis (RGP). Vários desenhos de lentes aqui podem ser úteis, como os asféricos, asféricos de face posterior tórica (específico para altos astigmatismos), Geometria reversa (em geral para grau residual após cirurgia de miopia), geometria reversa tórica (geralmente usado em astigmatismo regular ou não, após transplante de córnea), asférico para ectasias (geralmente usado para ceratocone).

Com esta gama de desenhos é bem possível que se consiga uma boa adaptação da lente ao paciente. Este tipo de lente proporciona ótima acuidade visual, porém pode apresentar uma dificuldade inicial em alguns pacientes que nas primeiras semanas podem sentir leve incomodo. 

Outra possibilidade de corrigir astigmatismo é com lentes esclerais. Nesta modalidade de correção, a lente não toca a córnea (esta parte mais central do olho) e sim fica apoiada na esclera (a parte branca do olho). Esta é uma boa opção caso não se tenha conseguido boa adaptação com as lentes RGP ou ainda, se o paciente quiser praticar esportes de contato, pois as lentes esclerais ficam mais firmes, por serem grandes e se acomodarem até debaixo das pálpebras.

Agora que já sabem um pouco mais, vai ficar mais fácil, junto com seu oftalmologista, decidir o que escolher como tratamento do astigmatismo da maneira que melhor se ajuste ao seu estilo de vida.

Fonte:

Texto: Dr Luiz Formentin

Especialista em Oftalmologia pelo Conselho Nacional de Oftalmologia

Chefe do serviço de Oftalmologia do Hospital Santo Amaro – Guarujá – São Paulo – Brasil

Vice-chefe do setor de Lentes de Contato e Refração do Departamento de Oftalmologia e Ciências Visuais da Universidade Federal de São Paulo

Imagens:

Fundo foto criado por tirachard – br.freepik.com

Conheça mais dicas para manter seus olhos saudáveis:

X